Notícia

7 Fatores Chaves para a Revolução da IA

7 Fatores Chaves para a Revolução da IA
O artigo publicado na Analytics India Magazine resume dois aspectos que se espera sobre pesquisas na área da Inteligência Artificial. O primeiro é lidar com a "consciência" dos acontecimentos como ocorre em nosso cérebro, um processo tão sutil que precisamos de uma "interface de usuário", que podemos chamar de "subconsciência", para interagir com ele de forma eficaz. O segundo é considerar que a inteligência é uma contrapartida da "compreensão", que requer evolução cultural e uma acelerada especialização de regiões cerebrais ainda desconhecidas. Por isso, muito da evolução adquirida com o "aprendizado de máquina" não passa de simples melhoria de competências humanas, e não como conceito de inteligência.

Em 1995, Stuart Russell e Peter Norvig lançaram as bases da Inteligência Artificial numa abordagem moderna e sua teoria ainda é o tema central no ensino de IA em mais de 100 universidades pelo mundo. Há mais de 20 anos, sua visão prevalece no ambiente científico. Em um de seus capítulos, os autores fazem um exame sobre o futuro da inteligência artificial e permitem algumas previsões (ainda válidas para os próximos 20 anos):

Previsão 1 - O reconhecimento aprimorado do discurso, da voz, da imagem e do vídeo mudará a maneira como interagimos com nossos dispositivos

Previsão 2 - Os assistentes pessoais se tornarão mais customizados e mais conscientes do contexto

Previsão 3 - Muito mais sistemas serão executados de forma autônoma, mesmo com certas limitações

Previsão 4 - A IA será muito mais amplamente adotada pelas empresas em todas as áreas

Previsão 5 - A pesquisa sobre IA trará impacto positivo em quase todos os domínios científicos, melhorando a escala de solução de problemas socioeconômicos

Previsão 6 - Sistemas inteligentes de aprendizagem direcionarão o futuro da educação e do entretenimento, na criação e distribuição de conteúdo

Previsão 7 - Sistemas de geração de hipóteses hiper personalizadas poderão oferecer informações valiosas sobre impactos ambientais e comportamentais sobre a nossa saúde

Previsão 8 - A Internet inteligente e compartilhada se tornará mais proeminente

Previsão 9 - Avanços em computação distribuída e quântica permitirá que a IA realize todo o seu potencial

Previsão 10 - Como qualquer tecnologia ou invenção de sucesso, a IA poderá servir também a propósitos indesejáveis, como mecanismo de destruição em massa ou subjugação social
 
Neil Jacobstein, chair de Inteligência Artificial e Robótica na Singularity University, do estado americano da Califórnia, definiu o alcance da inteligência artificial em quatro áreas: (a) tecnologia de reconhecimento de padrões; (b) software agente que atua como usuário real; (c) tecnologia exponencial que acelera outras tecnologias exponenciais; e (d) contexto de inteligência além da humana.
 
Jacobstein assegura que a revolução da IA aponta para o futuro em que exista uma simbiose entre a inteligência humana e a máquina e destacou 7 fatores chaves que darão impulso a esta revolução:
 


1. A intenção do capital em "apressar-se" para o investimento de soluções em IA.

2. Algoritmos como o "deep learning" e seu reconhecimento de padrões hierárquicos sendo uma força importante que impulsiona a adoção da AI.

3. Hardwares rápidos e poderosos. 

4. A criação de grandes conjuntos de dados onde os algoritmos de aprendizagem de máquina refinam hipóteses iterativamente.

5. A formação de talentos com capacidade crítica para organizar software e hardware.

6. Mais experimentos de IA através das aplicações oferecendo valor, aumentando as habilidades humanas e ampliando nossas capacidades.

7. O uso responsável da IA para o benefício da humanidade.
 
Não há dúvida que a Inteligência Artificial causa impactos irreversíveis e influencia o futuro. Essas interações ajudarão bastante nossa sociedade a evoluir, em especial ao que diz respeito ao transporte automatizado, geração de cyborgs, aplicação de robôs em tarefas perigosas, solução de fenômenos naturais e mudanças climáticas, uso no âmbito da saúde, da velhice e dos relacionamentos.
 
Porém, fica claro, que a revolução está apenas começando e nós mal arranhamos a superfície sobre o que está por vir. Promessa ou perigo, a IA transformará cada vez mais nossas experiências de vida. Não se trata de quando ela será dominante, e sim de como será determinado esse domínio.

 
Fontes: Analytics India Magazine, HuffPost, SingularityHub.
  • Enviado por: Marketing & Communication